Constelações

Constelações são agrupamentos aparentes de estrelas os quais os astrônomos da antiguidade imaginaram formar figuras de pessoas, animais ou objetos. Numa noite escura, pode-se ver entre 1000 e 1500 estrelas, sendo que cada estrela pertence a alguma constelação. As constelações nos ajudam a separar o céu em porções menores, mas identificá-las é em geral muito difícil.

Uma constelação fácil de enxergar é Órion, mostrada na figura acima como é vista no hemisfério sul. Para identificá-la devemos localizar 3 estrelas próximas entre si, de mesmo brilho, e alinhadas. Elas são chamadas Três Marias, e formam o cinturão da constelação de Órion, o caçador. A constelação tem a forma de um quadrilátero com as Três Marias no centro. O vértice nordeste do quadrilátero é formado pela estrela avermelhada Betelgeuse, que marca o ombro direito do caçador. O vértice sudoeste do quadrilátero é formado pela estrela azulada Rigel, que marca o pé esquerdo de Órion. Estas são as estrelas mais brilhantes da constelação. Como vemos, no hemisfério Sul Órion aparece de ponta cabeça. Segundo a lenda, Órion estava acompanhado de dois cães de caça, representadas pelas constelaçõs do Cão Maior e do Cão Menor. A estrela mais brilhante do Cão Maior, Sírius, é também a estrela mais brilhante do céu, e é facilmente identificável a sudeste das Três Marias. Procyon é a estrela mais brilhante do Cão Menor, e aparece a leste das Três Marias. Betelgeuse, Sírius e Procyon formam um grande triângulo.

Quando você olha em um atlas do céu, você encontra as constelações representadas em diagramas, em que as estrelas são desenhadas com tamanhos diferentes para representar brilhos diferentes.

As constelações surgiram na antiguidade para ajudar a identificar as estações do ano. Por exemplo, a constelação do Escorpião é típica do inverno do hemisfério sul, já que em junho ela é visível a noite toda. Já Órion é visível a noite toda em dezembro, e portanto típica do verão do hemisfério sul. Alguns historiadores suspeitam que muitos dos mitos associados às constelações foram inventados para ajudar os agricultores a lembrarem quando deveriam plantar e colher.

As constelações mudam com o tempo, e em 1929 a União Astronômica Internacional adotou 88 constelações oficiais, de modo que cada estrela do céu faz parte de uma constelação.

Lista alfabética das constelações, em Latim e Português

  • Andromeda, Andrômeda (mit.)
  • Antlia, Bomba de Ar
  • Apus, Ave do Paraíso
  • Aquarius, Aquário
  • Aquila, Águia
  • Ara, Altar
  • Aries, Áries (Carneiro)
  • Auriga, Cocheiro
  • Boötes, Pastor
  • Caelum, Buril de Escultor
  • Camelopardalis, Girafa
  • Cancer, Câncer (Caranguejo)
  • Canes Venatici, Cães de Caça
  • Canis Major, Cão Maior
  • Canis Minor, Cão Menor
  • Capricornus, Capricórnio (Cabra)
  • Carina, Quilha (do Navio)
  • Cassiopeia, Cassiopéia (mit.)
  • Centaurus, Centauro
  • Cepheus, Cefeu ( mit.)
  • Cetus, Baleia
  • Chamaeleon, Camaleão
  • Circinus, Compasso
  • Columba, Pomba
  • Coma Berenices, Cabeleira
  • Corona Austrina, Coroa Austral
  • Corona Borealis, Coroa Boreal
  • Corvus, Corvo
  • Crater, Taça
  • Crux, Cruzeiro do Sul
  • Cygnus, Cisne
  • Delphinus, Delfim
  • Dorado, Dourado (Peixe)
  • Draco, Dragão
  • Equuleus, Cabeça de Cavalo
  • Eridanus, Eridano
  • Fornax, Forno
  • Gemini, Gêmeos
  • Grus, Grou
  • Hercules, Hércules
  • Horologium, Relógio
  • Hydra, Cobra Fêmea
  • Hydrus, Cobra macho
  • Indus, Índio
  • Lacerta, Lagarto
  • Leo, Leão
  • Leo Minor, Leão Menor
  • Lepus, Lebre
  • Libra, Libra (Balança)
  • Lupus, Lobo
  • Lynx, Lince
  • Lyra, Lira
  • Mensa, Montanha da Mesa
  • Microscopium, Microscópio
  • Monoceros, Unicórnio
  • Musca, Mosca
  • Normai, Régua
  • Octans, Octante
  • Ophiuchus, Ofiúco (Caçador de Serpentes)
  • Orion, Órion (Caçador)
  • Pavo, Pavão
  • Pegasus, Pégaso (Cavalo Alado)
  • Perseus, Perseu (mit.)
  • Phoenix, Fênix
  • Pictor, Cavalete do Pintor
  • Pisces, Peixes
  • Piscis Austrinus, Peixe Austral
  • Puppis, Popa (do Navio)
  • Pyxis, Bússola
  • Reticulum, Retículo
  • Sagitta, Flecha
  • Sagittarius, Sagitário
  • Scorpius, Escorpião
  • Sculptor, Escultor
  • Scutum, Escudo
  • Serpens, Serpente
  • Sextans, Sextante
  • Taurus, Touro
  • Telescopium, Telescópio
  • Triangulum, Triângulo
  • Triangulum Australe, Triângulo Austral
  • Tucana, Tucano
  • Ursa Major, Ursa maior
  • Ursa Minor, Ursa Menor
  • Vela, Vela (do Navio)
  • Virgo, Virgem
  • Volans, Peixe Voador
  • Vulpecula, Raposa

Estas constelações foram definidas por:

  1. Claudius Ptolomeus, cerca de 150DC
  2. Cartógrafos Holandeses, cerca de 1600DC
  3. Johannes Hevelius, astronomo Alemão-Polonês, 1611-1689DC, Firmamentum Sobiescianum
  4. Nicholas de Lacaille, astrônomo francês (1713-1762), na África do Sul, em 1754DC

Coordenadas das Constelações

As constelações que formam o Zodíaco, uma faixa de 18 graus em volta da eclíptica, podem ser relacionadas pelo mneumônico ArTaGeCa LeViLiSco SaCAquaPi, pois são: Aries, Taurus, Gemini, Cancer, Leo, Virgo, Libra, Scorpius, Sagittarius, Capricornus, Aquarius e Pisces.

About these ads

6 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s